Acidente de Avião: Morre Teori Zavascki, ministro do STF e relator da Lava Jato

Restaurante condenado: Trabalhador tinha intervalo de descanso logo que chegava ao serviço
19 de janeiro de 2017
Em março: liberação do FGTS inativo
20 de janeiro de 2017

O Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira (19), aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social.

O filho do ministro, também publicou a seguinte mensagem no Facebook: “Amigos, infelizmente, o pais estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre”.

No meio da tarde desta quinta, chegou ao STF a informação de que o nome do ministro estava na lista de passageiros da aeronave que caiu no litoral fluminente. A lista foi entregue para a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e também para o presidente da República, Michel Temer.

A Infraero informou que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, na capital paulista. O avião é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.

A Anac informou que a documentação da aeronave estava em dia, com o certificado válido até abril de 2022 e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017.

O dono e operador da aeronave é o Hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac.

No Facebook, filho de Teori Zavascki confirma que ministro estava no avião que caiu em Paraty (RJ) (Foto: Reprodução/Facebook)No Facebook, filho de Teori Zavascki confirma que ministro estava no avião que caiu em Paraty (RJ) (Foto: Reprodução/Facebook)

No Facebook, filho de Teori Zavascki confirma que ministro estava no avião que caiu em Paraty (RJ) (Foto: Reprodução/Facebook)

Viúvo desde 2013, Teori deixa três filhos. Ele se tornou ministro do STF em 2012 por indicação da então presidente da República, Dilma Rousseff.

Natural de Faxinal dos Guedes (SC), Teori também foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), presidiu o Tribunal Regional Federal da 4ª região (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) entre 2001 a 2003 e atuou como juiz do Tribunal Regional Eleitoral na década de 1990.

Ele ingressou na carreira jurídica em 1971, em Porto Alegre, como advogado concursado do Banco Central, onde atuou por sete anos. No anos 80, o magistrado se transferiu para a superintendência jurídica do Banco Meridional do Brasil.

A queda do avião

Segundo o aeroporto de Paraty, o avião saiu de São Paulo (SP) e caiu a 2 quilômetros de distância da cabeceira da pista. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), quatro pessoas estavam a bordo.

Por volta de 14h50, a Polícia Militar disponibilizou uma lancha para auxiliar as buscas. A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros também trabalhavam no resgate.

Na tarde desta quinta, a Infraero informou ao G1 que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo (SP), com destino a Paraty. A aeronave é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.

O dono e operador da aeronave é o hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac.

Fonte: globo.com

PERGUNTA: Você acredita em alguma conspiração, na queda deste avião?

Seu Jurídico no Facebook

2 Comentários

  1. Lene disse:

    Tenho 99% de certeza que isso tudo foi planejado. Acidente nas vésperas da homologação da delação da Odebrecht com o ministro responsável pela lava jato? É pior do que pensamos. Estamos lidando com gente fria e sem escrupulos capaz de tudo por seus interesses. Brasil da impunidade! É de ficar indignado… e com medo. Quem mais vai morrer?

  2. Tal disse:

    Acidente por acidente, no avião que Moro entrar eu não fico! (só de precaução )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *